Posts Rotulados "diabo"

Vítima ou Algoz?

Vítima ou Algoz?

Introdução por Lu Lebel Estes são fragmentos de um capítulo do livro “A Coragem de Crescer – Sonhos e Histórias para Novos Caminhos” da Maria de Melo, psicóloga formada pela USP. Achei uma visão pessoal bastante interessante sobre o tema INGENUIDADE. Onde ela surge no Tarô? Não creio que podemos dar conta de nos defender de toda a maldade do mundo o tempo todo, é um aprendizado...

Leia Mais

Navegar é preciso

Navegar é preciso

Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa:  “Navegar é preciso; viver não é preciso”.(…) Viver não é necessário; o que é necessário é criar. Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero torná-la grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo.(…) Fernando Pessoa  Vamos então NAVEGAR pelos...

Leia Mais

O Tarô no Filme Labirinto

O Tarô no Filme Labirinto

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=IR4uZjP0tbI&feature=related[/youtube] Chegando perto do Dia das Crianças e acabei tirando do baú um filme que marcou muito a minha infância e que assisti inúmeras vezes nessa fase: Labirinto, com o cantor e ator David Bowie e a atriz Jennifer Connelly bem novinha. Não lembrava muito da história, porém resolvi assisti-lo novamente e achei...

Leia Mais

Diga Tarô meu…

Diga Tarô meu…

Refletindo sobre os arcanos, acabei criando essa história em quadrinhos e finalmente decidi escrever um pouco a respeito de um assunto que faz grande parte dos consulentes buscarem o tarô: as relações afetivas. Muitas das pessoas que procuram o oráculo sobre esse tema (na maioria  as mulheres)  chegam com o coração repleto de esperanças e fantasias. Mas o amor, ô tema...

Leia Mais

Elucubrações Diabólicas – Tarot, Jung e o Diabo à quatro

Elucubrações Diabólicas – Tarot, Jung e o Diabo à quatro

Muitas são as qualidades dessa carta, mas eu acho pessoalmente que um aspecto forte do diabo é a distorção. Apesar de ser uma carta que aponta para nossos desejos e interesses mais ordinários, a aberração acontece no aprisonamento. A gente quer, muito, ardentemente, mas não se pode ter. Aí, aquilo insiste, insiste, até conseguir um atalho, um jeito de se dissipar. O julgamento externo...

Leia Mais