Navegar é preciso

Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa: 

“Navegar é preciso; viver não é preciso”.(…)

Viver não é necessário; o que é necessário é criar.
Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso.
Só quero torná-la grande,
ainda que para isso tenha de ser o meu corpo
e a (minha alma) a lenha desse fogo.(…)

Fernando Pessoa

 Vamos então NAVEGAR pelos arcanos maiores…escolho alguns deles, para ilustrar esta frase gloriosa dos navegadores!Que o tarô seja a bússola!

NAVEGAR É PRECISO;VIVER NÃO!

 

 

 

 

 

 

 

 

O MUNDO, O LOUCO, O MAGO!

Navegar é preciso.

É necessário!

Sim, marujo! Porque precisamos buscar novos horizontes, ultrapassar fronteiras,conhecer, experienciar! O mar é um grande representante das emoções, do movimento da vida, dinamismo, que como as ondas, trazem os ganhos e as perdas, trazem as bençãos e dificuldades, medos e maravilhas. Sim, temos que içar as velas e seguir em frente. Temos de estar em movimento, para que o novo e as surpresas nos alcancem, tocar e ser tocados pelos outros, ampliar nossa mente e conhecimento. O MUNDO é VASTO! Precisamos ganhar a vida, não? Comercializar as especiarias….Seu mundo está pequeno?Então, pegue a próxima embarcação!

Expanda seus limites (mundo), se lance (louco) e confie em si mesmo (mago).


 

 

 

 

 

 

 

O CARRO,  A ESTRELA, A JUSTIÇA

Navegar é preciso.

Precisamente.

Porque tem partida e chegada. Porque o barco pode ter leme, timão ou motor.Podemos pesquisar uma rota, ter um objetivo em nossa navegação. Podemos mapear novos territórios, unir distâncias. É favorável ter um objetivo.

No mar da vida, podemos nos guiar pelas estrelas, ter um percurso, uma missão. É bom ter uma meta, olhar para longe e além!

Se você tem um plano, deve começar hoje para o seu porto específico, tem muita água rolando. A precisão do condutor pode ser decisiva diante dos desafios marítimos!Pode ser a vitória sobre o primitivismo, sobre o kraken submerso, as sereias que com sua bela voz afogam os marinheiros, os redemoinhos e tempestades!Precisamos saber quem são as frotas amigas e quem são os piratas. Você tem um plano para sua viagem? Uma bússola para aquilo que você mais quer? Não se desvie e o barco segue em travessia…

Trace metas(carro), ouça sua voz interior (eremita) e confie (estrela). Consiga o que é teu por direito e discernimento (justiça).


 

 

 

 

 

 

 

A LUA, A RODA DA FORTUNA, O DIABO, A TORRE

Viver não é preciso!

Imprecisão oceânica.

Nas águas do mar temos altos e baixos, ondas gigantes,temos nossos monstros abissais, distâncias insondáveis, viagens que naufragam e não chegam ao final de seu curso meio as ondas gigantes. Grandes são as diferenças que ora unem, ora separam, a vida guarda surpresas, tentações! Outras terras, outras línguas, fragrâncias! Ahhhh, o navio desbrava o novo….você está pronto para isso?Está confiando muito na precisão do barco?Ou o está controlando demais?As coisas podem dar errado…e dando errado, podem dar certo….

Ninguém nasceu com manual de uso e mesmo que se guie por algumas referêrencias, tudo pode acontecer…

Enfrente seus medos (lua), pois tudo muda (roda). Tome cuidado com os desejos que distorcem (diabo) e evite naufrágios!(torre).

 

 

 

 

 

 

 

A MORTE, O LOUCO, A FORÇA

Viver não é preciso!

Não precisamos viver, se for com medo!

Não se for para ficar na zona de conforto. Temos que nos arriscar sim, o desconhecido dá medo, o mar trasmite belezas mas não pode nos imobilizar, pq querermos ficar seguros. E para isso, precisamos pensar, viver não é preciso, para transcender a auto-preservação que quando negativa nos leva a inércia. OUSE!
A vida é travessia, do berço (partida) ao caixão (chegada), portanto, não se apege, as águas vem e vão.
Elimine os desnecessário (morte), encare a vida com consciência (sol) e coragem!! (força). Diz Fernando Pessoa: “Só quero torná-la grande, 
ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo.(…)

Se Viver não é preciso, navegar…é inevitável!Então, traga-me o horizonte!

Luciana Lebel
Taróloga