Errei a leitura, e agora?

E um belo dia, você tira as cartas, diz tudo o que pode ver e em seguida, o consulente diz, “Hum … não tenho certeza para quem você acabou de ler, mas não foi para mim “.

Opa! Sua cara cai no chão, você fica um pouco atordoada, um momento antes de balbuciar:”Tem certeza? Quer dizer, nada se encaixa? Nada de nada? “

Não. Então o que você faz quando simplesmente errou a leitura?

Permita-me apresentar-vos a falibilidade humana. Boas notícias: vai acontecer com vc. Acontece com todos nós. Alguns dirão, que as cartas nunca estão erradas, mas que o tarólogo que não soube interpretar. Talvez. Ou talvez apareceram as cartas erradas. E aconteceu. Eu joguei para alguém, mas as cartas de forma perceptível e claras falaram sobre minha vida no momento, minha angústia pessoal.
Estava maravilhada como outra pessoa estava passando exatamente as mesmas coisas que eu, olha isso! E como ela não confirmou nada na leitura, eu percebi que essas eram minhas cartas, não as dela. Foram os cartas certas ou erradas? Bem, eu estava tentando oferecer uma leitura para a consulente, não era para mim, logo as cartas estavam erradas para ela.

Dan Aeclectic sempre diz no Fórum de Tarot: “Não é sobre você, é sobre a consulente.” É verdade. Tem a ver com a consulente e quando ela a olha sem expressão, e você percebe que a leitura foi uma porcaria, de repente fica difícil voltar e tirar o foco de si mesma. Você é quem lê as cartas e depois de tudo, o ego fica realmente uma confusão e pode ser complicado recuperar a sua compostura após uma derrocada.

Todos queremos ler muito bem. Queremos ser precisos. Queremos dar o que eles vieram saber. Queremos que vá embora pensando: “Uau … Como ela fez isso?”

Ler Tarot é simultaneamente fácil e difícil. Ele demanda um monte de estudo, tempo e esforço para conhecer as cartas bem. Há muito de habilidade envolvida, mas uma leitura de tarot concisa, não importa se baseada no livro branco que veio com o baralho, ou de seus anos de experiência, está passível ao erro. Sua experiência tarot não importa.

Sua capacidade de leitura também não importa. Você leu as cartas, viu que estavam erradas, ou que saíram “trocadas”, ou algo assim. E importa qual das hipóteses? Em um dado momento eu estraguei a leitura. E aí, Você só pode se eximir seguindo em frente. Isso é difícil, mas é realmente a única coisa que se pode fazer. Claro, também pode aprender com o erro … eu tento. Continuo tentando. Então, digo simplesmente, bem …estraguei tudo! Além disso, uma leitura errada, nas muitas e muitas outras boas leituras que já fiz, não deve me derrubar.

Consulentes buscam tarólogos para a auto-conhecimento, aconselhamento, ou procuram uma vidente, enfim vários motivos. Até então, a responsabilidade por aquilo que fazem com a leitura é deles. Eles podem negar, ou seguir as palavras de conselho com afinco. Cabe a eles. Se eles se irritam porque dissemos alguma coisa que vimos no tarot e acabou sendo diferente do que aconteceu, em última instância, pode ser também uma mentalidade consumista. Acontecem que alguns vêem o tarot como se eles tivessem comprado uma torradeira que acabou quebrando em uma semana e quisessem trocar por outra nova na garantia… literalmente. Mas a leitura de tarot está em um nível completamente diferente. Não se trata de um produto, é uma experiência. Não se trata de uma garantia, é uma oportunidade. É não é mensurável ou concreto da forma como a coisa é tratada hoje.

Então você está fornecendo um serviço? Você o fez. Eles não gostaram do que ouviram? Eles não vão voltar e não lamento. Eu sou insensível?

Quero dizer, as pessoas vêm à procura de leituras de tarô, aconselhamento, orientação, uma espiada em si e as suas vidas. Se nós orientarmos na direção errada, claro que é difícil não se sentir mal. Sempre que alguém dá assessoria errada, é natural que se sinta um pouco responsável. Porém, não existe serviço profissional no mundo que às vezes não falha, seja um advogado, um consultor financeiro, terapeuta, médico, assessor estudantil, ou qualquer outra pessoa paga para dar conselhos. Certificados na parede não podem protege-los de ser falíveis. E quando você for lidar com algo tão difícil como desenvolver flashes de intuição, tornar o sutil em algo sólido para mostrar para alguém, a cada único momento, é uma tarefa complexa. Então, vá com calma, controle a si mesmo e não se martirize.

Quando você deixar acontecer, liberte sua mente para a próxima leitura. E aí, você também vai deixar o seu orgulho fora da leitura dos outros. Quando você deixar fluir, irá abraçar a sua própria humanidade e ganhar mais compaixão pelos outros seres humanos neste mundo, e será um melhor tarólogo. Honestidade é a melhor ferramenta. É muito melhor dizer: “Bem, eu acho que a leitura realmente foi ruim, Desculpe. Talvez não tenha havido uma ligação. ” Além disso, eu vejo que leio melhor para algumas pessoas do que outras. Se você alguma vez foi se consultar com um tarólogo e encontrou uma leitura inadequada para você, não é necessariamente porque o tarólogo é uma porcaria, pode não ter acontecido uma conexão.
Eu vou admitir, que quando li errado essa vez, abalou minha confiança por um tempo, e que, também, significa apenas que eu sou humana. Então se você oferecer ou receber um leitura péssima, lembre-se disso. Se você já leu tarot em tudo, você sabe como é. Algumas leituras não funcionam.

Deixa para lá.

Ginny Hunt

  • Nathan

    Alguém poderia me explicar o porquê que acontece de cada tarologo dizer uma coisa diferente? Já tive experiencias em que um tarologo me dizia coisas otimistas sobre determinada situação e outro ser bem taxativo e dizer coisas pessimistas sobre a situação.